Top Social

RESENHA | POR LUGARES INCRÍVEIS - JENNIFER NIVEN

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

SINOPSE

Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família. Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.

RESENHA


Há alguns dias venho tentando escrever essa resenha e falhando miseravelmente na tarefa de resumir em poucos parágrafos tudo o que senti durante a leitura. Apesar dos inúmeros sentimentos me faltam palavras, pois nada parece resumir de forma justa a experiência de leitura que é “Por Lugares Incríveis”.

Sendo assim, resolvi fazer uma pesquisa, dois dias atrás, acerca da experiência de outros leitores e descobri, com muita surpresa devo admitir, que o romance de Jennifer Niven é extremamente controverso – um clássico caso de “ame ou odeie”. Felizmente isso me deu motivação para iniciar essa resenha, pois, presumidamente, me encaixo no grupo que ama esse livro e precisa pontuar o porquê.

Amo meu quarto. O mundo é melhor aqui do que lá fora, porque aqui sou o que eu quiser. Sou uma autora brilhante. Posso escrever cinquenta páginas por dia e nunca fico sem palavras [...] Sou destemida. Sou livre. Estou segura.

Violet Markey e Theodore Finch são figuras peculiares, cada um vivendo uma realidade específica de acordo com as peças pregadas pelo destino e as consequências que foram geradas. E seus caminhos nunca teriam se cruzado se ambos não tivessem, no ponto que marca o início da trama, chegado ao limite (psicologicamente falando). Apesar disso, quando Violet e Finch estão juntos o mundo parece enorme e repleto de oportunidades, como se fossem criaturas intocáveis lutando juntas contra todas as adversidades.

Conforme a história se desenvolve nos envolvemos cada vez mais no mundo desses dois jovens que tão desesperadamente procuram motivos para viver de verdade cada dia, graças ao que chamam de “andanças” pelo estado onde vivem, buscando lugares incríveis, como diz o título. Felizmente a escrita de Jennifer Niven, bem como sua experiência muito pessoal com as temáticas abordadas, fazem com que a leitura flua cada vez melhor.

E se a vida pudesse ser assim? Só as partes felizes, nada das horríveis, nem mesmo as minimamente desagradáveis. E se a gente pudesse simplesmente cortar o ruim e ficar só com o bom? É isso o que quero fazer com Violet - dar a ela só o bom, manter o ruim longe, para que o bom seja sempre tudo o que temos à nossa volta. 

Por Lugares Incríveis” trata de ansiedade, depressão e suicídio, sendo esses os pontos centrais de toda a trama. Logo, o livro possui diversas passagens com conteúdo mais denso, que talvez incomodem, de certa forma, leitores mais sensíveis. Porém a autora trata desses assuntos de forma muito sincera, visto que a mesma passou por situações similares às retratadas no livro que, honestamente, precisa ser lido sem preconceitos e analisado além de um comparativo com romances adolescentes clichês, pois está muito acima disso.

DESAFIO LITERÁRIO

Para quem não sabe, no início do ano me propus a concluir o Desafio Literário da Editora Gutenberg, para tornar minhas leituras mais dinâmicas e englobar um maior número de segmentos literários. Com a conclusão da leitura de "Por Lugares Incríveis" pude completar o Desafio Nº 12, Uma História Baseada em Fatos Reais. Para conferir os demais desafios concluídos, basta clicar aqui.



Post Comment
Postar um comentário