Top Social

RESENHA | UMA VIAGEM INESPERADA - BABI DEWET, MELINA SOUZA, CAROL CHRISTO E PAM GONÇALVES

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

SINOPSE

Pergunta: O que pode acontecer numa viagem inesperada? Resposta: Tudo. As personagens da Turma da Mônica Jovem estão reunidas, pela primeira vez, em um livro de contos. Mônica, Magali, Marina e Denise embarcam em aventuras inéditas, cada uma com um destino especial. Mônica parte rumo à Coreia do Sul, em um tour inesquecível, repleta de k-pop, cores e aventuras. Magali tem seus planos virados de cabeça para baixo e acaba em Paraty, onde gastronomia e novas amizades se misturam. Marina desenvolve um novo lado artístico em Londres – com direito a chá, saudades e encontros e desencontros. E Denise, por ter se metido numa encrenca, é mandada de castigo para um acampamento na Serra Catarinense. Prepare as suas malas e acompanhe as garotas em viagens pelo Brasil e o mundo, com romances, confusões e aventuras.

RESENHA


Entre o final de agosto e o início de setembro desse ano aconteceu no Rio de Janeiro a XVIII Bienal do Livro, que reúne inúmeros escritores, nacionais e internacionais, que buscam divulgar suas obras. Durante o evento, sempre repleto de novidades literárias, um dos lançamentos foi “Turma da Mônica Jovem –Uma Viagem Inesperada”.

Coreia do Sul, você não era a minha rua, mas eu claramente poderia ser dona de tudo isso.

Com um roteiro que se inicia na Coreia do Sul e termina na Serra Catarinense o livro narra as inesperadas aventuras e desventuras de quatro personagens femininas da Turma da Mônica durante o período de férias no meio do ano letivo. Nenhuma delas se imaginava em seus respectivos destinos, à começar por Mônica, que perde uma aposta e se inscreve num concurso de rádio e acaba ganhando uma viagem de cinco dias na terra do K-Pop

Quem conhece um pouco dos projetos de Babi Dewet sabe o quanto ela é fascinada pela cultura sul coreana e, aproveitando-se disso, ela faz um verdadeiro tour e apresenta detalhadamente o país aos leitores através dos olhos de Mônica, passando por vários pontos turísticos famosos. Carol Christo também faz uma descrição muito boa do cenário de Paraty, uma cidade histórica e litorânea que é destino de férias de muitos cariocas, logo, não foi difícil visualizar toda a trama um tanto mística que envolveu Magali durante seus dias no local. 

Quem precisava de fada madrinha quando existia o nhoque da fortuna?

Melina Souza, ao longo de suas publicações no YouTube, sempre deixou claro sua afeição pela música londrina e todos os cenários que envolvem a mesma, dessa forma, ela une música e fotografia e dá vida a história de Marina, que ganha de presente dos pais um intercâmbio em Londres. Apesar do desenvolvimento um pouco clichê, que de certa forma segue o mesmo modelo do conto anterior, é uma leitura gostosa e que, salvo alguns deslizes, acaba sendo bastante prazerosa, uma vez que transporta o leitor a diversos pontos turísticos. 

Viajar é maravilhoso, mas voltar pra casa é tão bom que deveria existir uma palavra no dicionário só pra descrever esse sentimento.

Enquanto isso, Pam Gonçalves entrega o que poderia ter sido meu conto favorito dessa combinação. Denise é mandada de férias para a casa da tia na no sul do país afim de conseguir “superar seu vício em tecnologia” – uma típica comédia adolescente, que inclusive conta com um casal que se odeia no início mas tem tudo para dar certo. Adoraria que o final tivesse sido clichê, confesso. E não posso negar que a narrativa da autora é uma das mais agradáveis de todo o livro.

No geral as quatro autoras cumprem com o prometido e entregam histórias leves e despretensiosas que são capazes de conquistar o mais variado público, sem que exista uma faixa etária obrigatória para leitura, ou seja, é uma típica publicação da Turma da Mônica. Não importa a idade, é sempre possível tirar algum ensinamento das tramas que envolvem os personagens. Espero que invistam em mais publicações desse tipo!

Passamos por momentos legais e tínhamos medo de quebrar o encanto se falássemos disso em voz alta, rompendo o pequeno laço recém formado entre a gente.

 

Post Comment
Postar um comentário