Top Social

RESENHA | HOLDING UP THE UNIVERSE - JENNIFER NIVEN

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

SINOPSE

Jack tem prosopagnosia, uma doença que o impede de reconhecer o rosto das pessoas. Quando ele olha para alguém, vê os olhos, o nariz, a boca… mas não consegue juntar todas as peças do quebra-cabeça para gravar na memória. Então ele usa marcas identificadoras, como o cabelo, a cor da pele, o jeito de andar e de se vestir, para tentar distinguir seus amigos e familiares. Mas ninguém sabe disso — até o dia em que ele encontra a Libby. Libby é nova na escola. Ela passou os últimos anos em casa, juntando os pedaços do seu coração depois da morte de sua mãe. A garota finalmente se sente pronta para voltar à vida normal, mas logo nos primeiros dias de aula é alvo de uma brincadeira cruel por causa de seu peso e vai parar na diretoria. Junto com Jack. Aos poucos essa dupla improvável se aproxima e, juntos, eles aprendem a enxergar um ao outro como ninguém antes tinha feito.

RESENHA


Há aproximadamente um mês tive a oportunidade de ler "Por Lugares Incríveis" e foi uma das experiências de leitura mais intensas que já tive. Pouco tempo depois, enquanto vagava pelos corredores de uma livraria qualquer, encontrei outro livro da mesma autora e imediatamente comprei. E... Uau.

Minha edição do romance de Jennifer Niven é a americana, ou seja, dessa vez me senti mais próxima da autora, de certa forma, pois aquelas eram suas palavras. Não que a tradução de seu livro anterior tenha sido ruim - longe disso - mas, em questões técnicas que envolvem a narrativa, ler no idioma original acaba sendo um pouco mais mais detalhado, pois não existem chances de que algo se perca.

A escrita da autora é extremamente agradável e flui muito bem enquanto ela nos apresenta Libby Strout, uma jovem que chegou a pesar pouco mais de 300kg quando ostentava o posto de adolescente mais gorda dos Estados Unidos, e Jack Masselin, o típico garoto popular que é mais do que os olhos podem ver, bom... Ao menos os olhos de outras pessoas, uma vez que o próprio sofre de uma condição conhecida como prosopagnosia, onde reconhecer rostos é uma tarefa impossível.

It's like being at a costume party every single day where you're the only one without a costume, but you're still expected to know who everyone is.

Quando o mundo desses dois adolescentes colide a história ganha forma e segue caminhos até clichês, porém muito bem trabalhados. Jennifer Niven não apressa o relacionamento entre Libby e Jack, fazendo com que os dois se conheçam e compartilhem momentos honestos, diferente de alguns romances instantâneos.

Libby é, definitivamente, uma protagonista que deveria se tornar cada vez mais popular no universo young adult, pois ela é um exemplo de auto confiança, aceitação e superação. Em nenhum momento a garota se deixa abater a ponto de acreditar que as pessoas que falam besteiras a seu respeito estão certas - ela sabe quem é e acredita em si mesma.

By the time I started eating - really eating - the loss was already so big it felt like I was carrying around the world. So carrying around the weight wasn t any heavier. It was trying to carry around both that got to be too much. Which is why sometimes you have to set some of ti down. You can t carry all of it forever.

Se há um livro lançado recentemente que precisa ser lido é "Holding Up The Universe". Ele traz problemas reais, especialmente bullying, e os aborda e faz com que as pessoas falem a respeito. Por aqui recebeu o título de "Juntando os Pedaços" e foi lançado pela Editora Seguinte. Aproveitem a primeira oportunidade e, por favor, leiam.



Post Comment
Postar um comentário