Top Social

REVIEW | MEU AMIGO DAHMER

quarta-feira, 18 de abril de 2018

SINOPSE

Antes de se tornar um notório assassino em série, Jeffrey Dahmer era uma garoto tímido e com problemas com álcool, que nunca conseguia se sentir à vontade. Baseado no romance gráfico de Derf Backderf, o filme conta a verdadeira história de Dahmer enquanto estudante do ensino médio. O jovem Jeffrey Dahmer luta com uma vida familiar difícil e a vontade e os pensamentos de querer matar. Dahmer é considerado um dos serial killer mais famosos do mundo, que estuprou e assassinou 17 homens e meninos entre o final dos anos 1970 e início dos anos 1990. Os contos sangrentos de seus assassinatos muitas vezes envolveram desmembramento e canibalismo. Dahmer, que foi diagnosticado com transtorno de personalidade borderline e um transtorno psicótico, foi morto na prisão por um companheiro preso em 1994.
REVIEW

Para os amantes de histórias sobre Serial Killers e de um bom suspense e drama, Meu Amigo Dahmer é um ótimo filme para conhecer um pouco mais sobre o que forma um assassino em série. Alguns de vocês já devem ter ouvido falar de Jeffrey Dahmer, um americano que matou 17 homens e garotos. Seu primeiro assassinato ocorreu aos 18 anos, logo após sua saída do ensino médio. Essas são as informações básicas para assistir o filme sem estar completamente perdido na história.

O filme, entretanto, não conta essa parte da vida de Dahmer, mas sim o ano anterior ao seu primeiro assassinato. A obra é baseada na HQ homônima escrita por Derf Backderf, um dos amigos de Jeffrey no ensino médio e nele é mostrada a vida conturbada do futuro serial killer tanto em casa quanto na escola. 

A história começa já nos mostrando o interesse de Dahmer por animais mortos e sua fixação por um homem que corre pela rua de sua casa periodicamente. A partir daí vemos o desenvolvimento de sua personalidade na escola e com os colegas de classe.


É preciso entender que o filme foi escrito do ponto de vista de um dos únicos amigos que Dahmer teve no ensino médio, então não esperem ver o futuro assassino sendo retratado como um monstro. Ele é muito mais retratado como um adolescente perturbado, com diversas situações externas que o fazem “quebrar” e se transformar desse garoto pacato e tímido em um assassino em série.

Em diversos momentos é possível sentir empatia pelo personagem, mesmo sabendo de todas as atrocidades cometidas pelo homem na vida real. Acredito que essa seja, no fundo, a intenção do filme. Nos fazer entender que esses "monstros" são na verdade muito humanos e nos fazer pensar se, apesar de no final suas ações serem suas e eles merecerem pagar por seus atos, não existe uma forma da sociedade ajudar e impedir pessoas que já possuam algum tipo de predisposição.

O filme possui esse tom sombrio que é complementado pela brilhante e surpreendente atuação de Ross Lynch no papel de Jeffrey Dahmer. Um ator de apenas 22 anos, que até pouco tempo só possuía em sua filmografia trabalhos na Disney e conseguiu de forma assustadoramente excepcional entrar no papel desse adolescente problemático e psicótico.


Post Comment
Postar um comentário