Top Social

CRÍTICA DE FILME | HEATHERS (1989)

quarta-feira, 27 de junho de 2018

SINOPSE

Veronica Sawyer (Winona Ryder) é uma jovem que convive com três patricinhas chamadas Heather, que têm por função única na vida serem adoradas. O comportamento delas e dos amigos que as cercam é tão pedante que Veronica sente vontade de matá-las. Após começar a namorar Jason Dean (Christian Slater), um outsider, é que as mortes se tornam realidade, mas sempre simuladas, como se fossem um suicídio.

CRÍTICA

Em 1989 estava sendo lançado um pequeno filme pop cult que viria pro Brasil com o nome de Atração Mortal. Esse filme seria vendido como qualquer outro filme adolescente, um coming of age assim como tantos outros, uma simples comédia romântica. Mas ele possuiria uma reviravolta tão maravilhosa e uma crítica tão bem feita que o impediria de ter o sucesso que merecia na época em que foi lançado. Sua inteligência só viria a ser apreciada anos depois e, é claro, ele se tornaria um clássico dos anos 80.

Essa postagem vai ser tipo um review, quase 30 anos atrasado porque eu nem nascida era quando esse filme foi lançado. Ela também não será uma postagem muito extensa, meu único objetivo aqui é fazer vocês entenderem um pouco do enredo desse filme. Mas vocês vão entender, futuramente, porque estou fazendo isso.

Heathers conta a história de Veronica Sawyer, uma adolescente que - como outra qualquer - só quer sobreviver o ensino médio da melhor forma possível. Ela é aliada das meninas mais populares da escola, as Heathers, e no ponto em que o filme começa é apenas outro fantoche das garotas assim como o resto da escola.

Ao decorrer da história, Veronica se vê desejando a morte da líder grupo, Heather Chandler, para que seu sofrimento acabe. Seu desejo se transforma em algo mais quando ela conhece o perturbado JD que acaba de se mudar para a cidade e vê na garota uma oportunidade de despertar seu lado mais psicótico.


Em sua alma, o filme criticava a pirâmide que existe, até hoje, em colegiais americanos e o privilégio e como isso afeta tanto o lado privilegiado - porque as Heathers não eram pessoas bem estabilizadas com elas mesmas - e o nado mais desfavorecido. Todas as três Heathers se enquadram no padrão de beleza americana e a primeira coisa que as vemos fazer é humilhar publicamente uma das alunas que não entrava nesse padrão.

Existe uma mensagem clara sobre a destruição que o bullying, o privilégio social e a falta de atenção dos responsáveis pode causar em um ambiente como o ensino médio. Mesmo que essa mensagem esteja envolta em um filme sobre assassinatos e “suicídios”, para qualquer um que saiba ler ela está bem clara.

O que nos leva ao real motivo para essa postagem em especial estar acontecendo. Um reboot de Heathers completamente distorcido foi criado e eu precisava que vocês entendessem o mínimo sobre a história original antes que eu postasse o review novo. A postagem sobre as novas - e pioradas - Heathers será liberada semana que vem.


Post Comment
Postar um comentário