Top Social

RESENHA | VOCÊ - CAROLINE KEPNES

segunda-feira, 23 de julho de 2018

SINOPSE

Hipnótico, assustador, brilhante são alguns dos adjetivos usados para descrever este thriller sobre um amor obsessivo e suas perigosas consequências. A trama tem início quando Guinevere Beck, que deseja ser escritora, entra na livraria do East Village onde Joe Goldberg trabalha. Bonita, inteligente e sexy, Beck ainda não sabe, mas é a mulher perfeita para Joe, que, a partir do nome impresso no cartão de crédito de sua cliente, passa a vasculhar sua vida na internet e a orquestrar uma série de eventos para garantir que ela caia em seus braços, fazendo com que tudo pareça obra do acaso. À medida que o romance entre os dois engrena, porém, o leitor descobre que Beck também guarda certos segredos e os desdobramentos desse relacionamento mutuamente obsessivo podem ser mortais.

RESENHA


Há algum tempo, quando li "Proibido", me questionei durante semanas sobre escrever ou não a resenha, uma vez que o livro aborda um assunto delicado e que, para certas pessoas, pode ser até mesmo considerado ofensivo. Quando finalizei a leitura de "Você" novamente caí em tal dilema, pois estamos falando de um romance narrado em primeira pessoa, do ponto de vista de um psicopata. 

Joe Goldberg trabalha em uma livraria e vive uma vida comum até o dia em que Guinevere Beck atravessa as portas de vidro e parece entendê-lo por completo, como ninguém havia sido capaz em todos aqueles anos. Logo, é preciso mantê-la em sua vida. Assegurar-se de que ela perceba o quanto é importante para ele e vice versa. Graças ao cartão de crédito, Joe sabe seu nome e, após um tempo na internet, seu endereço. E assim começa o relacionamento dos dois - ao menos para Joe. 

Já que a leitura é através do ponto de vista de Joe, uma pessoa claramente perturbada, não é possível ter uma noção real das situações as quais os personagens são submetidos. Joe não gosta das amigas de Beck, logo, elas são fúteis e estão sempre tornando sua vida miserável. Mas não sabemos se as garotas são realmente assim, já que para nosso narrador elas precisam permanecer distantes de sua amada para que seja possível conquistá-la. Todos são obstáculos. 

Que vergonha sentir tanta raiva por causa do que você não tem que acaba tratando mal o que tem, como se não fosse nada.

Caroline Kepnes faz um ótimo trabalho durante a narrativa e leva o leitor ao limite; faça uma lista de emoções e é garantido que você irá sentir todas elas. Em diversos momentos é possível questionar a veracidade dos fatos, mas em outros, por mergulhar tão fundo na mente desse psicopata, acredita-se que aquilo é real e os pequenos detalhes que transformam as situações mais simples em cenários perturbadores passam despercebidos. Definitivamente, a autora entrega um thriller repleto de altos e baixos e personagens complexos com atitudes questionáveis. 

E a prova de qualidade do livro vem traduzida em formato de adaptação, uma vez que a Netflix irá exibir a primeira temporada de uma série homônima a partir de agosto. Nomes conhecidos como John Stamos (Full House) e Shay Mitchell (Pretty Little Liars) estão confirmados no elenco e o casal principal será interpretado por Penn Badgley (Gossip Girl) e Elizabeth Lail. Mas, para quem quiser ler mais sobre a história de Joe Goldberg, a autora também lançou uma continuação, "Hidden Bodies", que (talvez) deva ser lançada por aqui após o início da série de TV, porém, nada confirmado.

Post Comment
Postar um comentário