Top Social

TENDÊNCIAS YOUNG ADULT: VAMPIROS

segunda-feira, 6 de agosto de 2018

Você seria capaz de listar as tendências literárias que fizeram parte da sua jornada como leitor(a) até o momento? Vamos lá, dê uma olhada na sua estante. Separe seus livros de acordo com a época na qual foram adquiridos e analise suas listas de "favoritos do ano". Em alguns anos, há uma espécie de padrão, certo? Isso ocorre porque, ao menos a cada dois anos, surge uma nova tendência. 

Segundo o dicionário, tendência seria "aquilo que leva alguém a seguir um determinado caminho ou a agir de certa forma; predisposição, propensão" e, no universo literário, especialmente no young adult (ou jovem adulto, como quiser) isso ocorre sem que tenhamos consciência imediata desse fenômeno. Isso não quer dizer apenas um gênero literário será publicado em um ano específico. Apenas significa que haverá algum, dentre vários, que será mais procurado e, consequentemente, produzido. 


Minha jornada literária começou no ano em que "Crepúsculo" tornou-se uma febre mundial graças a sua adaptação cinematográfica - falei um pouco sobre isso aqui. Era 2009 e o bum literário do momento eram os vampiros. Em pouco tempo a "Saga Crepúsculo", de Stephenie Meyer, vendeu milhões de cópias e, mesmo não sendo a primeira série vampiresca voltada ao público adolescente, abriu as portas para novos autores ao mesmo tempo em que colocava sob o holofote aqueles que já haviam falado sobre o tema. 

Anne Rice, um nome grandioso na literatura vampiresca, caiu no gosto dos adolescentes. LJ Smith, PC Cast, Richelle Mead, Beth Fantaskey e diversos outros passaram a fazer parte da lista dos mais vendidos e viram seus livros esgotarem nas livrarias, tamanha era a procura. Na minha estante, por exemplo, são trinta livros sobre vampiros, publicados por sete autores diferentes. 

Na minha opinião, os dias de glória dessa tendência literária aconteceram entre 2008 - 2010 e se mantiveram, em uma escala infinitamente menor, até 2012. Após os vampiros, outras criaturas sobrenaturais ganharam espaço nas estantes e até os dias atuais temos algumas tendências acontecendo, como as releituras de contos de fadas, por exemplo. Isso é completamente natural, diga-se de passagem. E talvez, num futuro não tão distante, eu fale mais um pouco sobre as tendências young adult que fizeram parte da minha jornada literária.


Post Comment
Postar um comentário